Padrão-Ouro no Ensino do Surfe

“Este TEXTO é REALMENTE INÉDITO em seu tema de estudo, REFERÊNCIA OBRIGATÓRIA a trabalhos futuros”, Prof. Dr. Nicholas Ford (autor, com David Brown, de “Surfing and Social Theory: the experience, embodiment and narrative of the dream glide”, Routledge, 2006; ex-avaliador externo dos cursos de graduação em surfe no Reino Unido)

WP capa início4

Conscientização Orientada da Prática do Surfe” é uma análise acadêmica sobre a pedagogia do surfe, conduzida por pesquisadores vinculados ao Laboratório de Biomecânica e Comportamento Motor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Revisou-se a literatura acadêmica versando sobre o surfe e a Educação Física, no intuito de prover os professores da modalidade com um racional científico norteador da tomada de consciência dos estudantes sobre a sua prática esportiva.

Referências ao nosso estudo incluem publicações científicas em pedagogia, didática, aprendizagem motora, fisiologia, treinamento desportivo, anatomia, biomecânica, imaginário social, oceanografia, biologia marinha e treinamento militar, além de obras jornalísticas, artísticas e literárias sobre o surfe.

Nosso projeto foi concebido como referencial prático e teórico aos profissionais envolvidos no ensino do surfe (professores e estudantes de Educação Física, e instrutores em geral), bem como visando permitir a instrumentalização deste esporte pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, em seus cursos de salvamento marítimo.

Sua estrutura metodológica dispensa o fenômeno da “assistência motora direta e verbal indevida” ao longo do ensino; alternativamente, apresentamos estratégias e defendemos o estado de natureza como indicador de respeito às individualidades, e da ação pedagógica, formal e precisa, como garantia de melhor eficácia e eficiência do processo pedagógico.

Copyright © 2009-2015